Comitê Indígena de Monitoramento da Vazão Reduzida

A Volta Grande do Rio Xingu é a habitada pelas Terras Indígenas Arara da Volta Grande, Paquiçamba e Trincheira Bacajá. É também ali que se instalada o Trecho de Vazão Reduzida (TVR), devido ao desvio de parte do fluxo do Rio Xingu para a operação hidrelétrica. Para as comunidades indígenas, os abalos ambientais poderiam resultar em comprometimento da qualidade da água, baixa dos estoques de pesca e caça, alteração das condições de navegação, entre outros impactos, com desdobramentos para os meios de vida tradicionais. A situação motivou o planejamento de um “hidrograma de consenso”, que prevê acompanhamento periódico da vazão reduzida e de suas consequências, por parte da empresa, ao qual vem se somar o monitoramento dos próprios povos indígenas, com suas percepções e métodos específicos.