Educação

O Estudo de impacto ambiental (EIA) indicou a probabilidade de um grande fluxo migratório para a região que recebe Belo Monte, para além dos trabalhadores da obra. As primeiras estimativas davam conta de um acréscimo populacional da ordem de 100 mil pessoas, atraídas por oportunidades de emprego e renda, entre outros fatores. Assim, estava dada a necessidade de preparar os municípios da Área de Influência Direta (AID) – Altamira, Vitória do Xingu, Anapu, Senador José Porfírio e Brasil Novo – de modo a garantir a oferta de serviços públicos essenciais.

Para a educação, esse cenário representa também risco de esvaziamento do ensino médio e de migrações internas, do campo para a cidade, o que poderia resultar em inchaço de alunos no meio urbano. Mudanças bruscas de demanda desafiam ainda a administração pública e pressionam recursos e infraestrutura disponíveis.